Profissão Blogueira

POR QUE É TÃO DIFÍCIL PAGAR PELO TRABALHO DA BLOGUEIRA PRETA?

agosto 23, 2016

Imagine a seguinte situação: você chega em um salão de beleza que você não conhece, mas ouviu falar super bem do trabalho e competência de toda a equipe, acreditando que o penteado e maquiagem que aquelas profissionais pode fazer em você vão lhe trazer sucesso. Chegando lá você conta que ouviu falar super bem daquele trabalho, já viu pessoas que passaram pelas mãos das profissionais daquela instituição e diz também que gostaria muito que seu cabelo e maquiagem fossem os próximos à fazer sucesso com o efeito que eles são capazes de causar. Afinal você é uma pessoa importante na tal festa e precisa "aparecer"! Feitos todos os elogios aos trabalhos daqueles profissionais, eles fazem o orçamento, lhe passam um preço e você? Diz que não vai pagar, afinal a melhor retribuição seria você ostentar o seu brilho e beleza na festa para mostrar o quanto eles são capazes de fazer um bom trabalho. Isso parece justo para você?
POR QUE É TÃO DIFÍCIL PAGAR PELO TRABALHO DA BLOGUEIRA PRETA (Foto: Catatempo Fotografia)
Pois esta é a vida de muitas blogueiras negras que conheço, inclusive eu: diversas ótimas propostas de trabalho para serem pagas com "close e glamour".
Pode ser que algumas pessoas ainda não tenham entendido que ser blogueira é uma OCUPAÇÃO, investe-se em equipamento, investe-se em repertório, gasta-se tempo na produção de conteúdo e, por enquanto, ainda não lançaram o aplicativo "dinheiro go" para que nós blogueiras possamos capturar dinheiro suficiente para manter o nosso trabalho funcionando. E é aí que mora o perigo pois preparar um post, um vídeo, fotos de QUALIDADE é bem complicado e difícil. Não vou dizer que todas as blogueiras que ganham dinheiro com o seu trabalho produzem conteúdo de qualidade mas, falando por mim, faço questão de fazer o meu trabalho com profissionalismo e excelência, para que o público, receba o melhor conteúdo possível.
Por que há então a dificuldade de pagar por um trabalho? 
Isso não acontece apenas com as blogueiras, àquele profissional que vende conteúdo criativo/intelectual e nunca passou por esse tipo de acontecimento, que atire a primeira nota de $100. A maioria das pessoas tem uma dificuldade de entender como é feita a precificação de trabalhos criativos/intelectuais, o fato de não ter um produto "palpável" ao final do projeto, parece gerar uma dificuldade em acreditar que àquele trabalho merece remuneração. Você paga ao seu cabeleireiro, que deixa seus cabelos maravilhosos? Você paga ao vendedor de maquiagem que lhe entrega produtos incríveis? Paga ao supermercado aonde você faz suas compras? Então por que você não paga à blogueira que vende e divulga a sua marca? 
É preciso entender que existem várias formas de pagamento, permutas que podem ser conversadas, combinadas entre blogueira e cliente. Apenas uma coisa nunca deve ser perdida de vista, é que a blogueira realiza um trabalho como qualquer outro profissional envolvido na sua rede de negócios e, nada mais justo de que ela receba pelo trabalho realizado.
No caso das blogueiras negras a coisa ainda tem um segundo complicador: historicamente o trabalho do povo negro não é remunerado por diversos motivos, hoje nós negros ainda recebemos menos que pessoas não negras em diversas ocupações idênticas. Esta herança escravista do nosso país é um agravante que prejudica o trabalho das blogueiras negras. Não vêem nossa atividade como ocupação e quando vêem muitas vezes tem o pensamento de "pagar para que?"
Pois é pagar porque assim como qualquer outra profissional do mundo dos blogs, a blogueira negra realiza um trabalho de qualidade, investe tempo, dinheiro naquela atividade e espera que o reconhecimento venha não só através de "belo trabalho, toma aqui seu brilho", mas também de remuneração financeira (ou qualquer outro tipo de remuneração que ela tenha esperado por este trabalho).

Você também pode gostar disso

2 comentários

  1. Gostei muito do post, precisamos ser mais valorizadas pelo nosso trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Nosso trabalho precisa ser mais valorizado mesmo!gostei

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, dica ou feedback!

FACEBOOK

RECEBA AS NOVIDADES POR E-MAIL