Ativismo Digital

FRASES QUE AS CRESPAS SE CANSAM DE OUVIR

julho 26, 2015

Antes de mais nada, este post não é uma alfinetada ou uma indireta. Até porque eu não sou obrigada, rs! É um toque, a todos que mesmo sem querer acabam cometendo essas gafes e as vezes nem se dão conta do quanto isso é inconveniente. O importante é desconstruir para evoluir!






1. "Mas esse seu cabelo tá na moda!"

Não. Não está! As pessoas tem falado cada vez mais da moda do cabelo crespo, mas se esquecem que não vemos essa moda nos altos cargos. Não é moda, é identidade. Quando o frisson passar nossos cabelos continuarão nascendo crespos!










2. "Nossa, como você penteia?"

Eu não uso pente, lidem com isso! Cabelos crespos são frágeis, geralmente com fios finos e no meu caso que tenho descoloração ele é mais sensível. Pentes só se for com dentes bem largos, do contrário desembaraço com os dedos!










3. "Mas porque você não passa alguma coisa para abaixar o volume?"

Por Dandara, apenas parem! Passa pela cabeça de vocês que alguém que ficou praticamente careca para tirar a química de transformação vai mesmo em sã consciência "passar alguma coisa" tenho até medo dessa coisa para abaixar o volume?








4. "Acho super legal cabelo assim. Sua cara. Só não combina comigo."

Não digam mesmo se for para elogiar, não digam! Cabelo natural é uma ideologia nós estudamos e nos conhecemos muito para chegar até aqui! Muitas acreditam que o símbolo de resistência que é o nosso cabelo seria muito importante para qualquer mulher. Dizer isso, vai fazer a crespa problematizar sobre identidade com você por pelo menos meia hora!






5. "Meu cabelo é liso/ondulado, mas queria que fosse assim que nem o seu!"
Não, não queria e no fundo você sabe disso mas a sua vontade de agradar é tanta que você força a barra. Este não é o jeito certo de empoderar alguém.










6. "Mas como você corta isso?"
Primeiro de tudo não é "isso", chamar nossos cabelos de "isso" não é legal e a gente não se sente bem ok? E corto como qualquer outra pessoa corta o cabelo, com tesoura!









7. "Posso tocar?"
Não, não pode. Pelo mesmo motivo que não se deve chamar de "isso". Nosso cabelo não é uma atração circense. Não usamos cabelo natural para chamar atenção, nosso cabelo é afrontamento, resistência e não um teatro. E o pior, geralmente pedem para tocar naquele dia que você ficou duas horas fazendo o cronograma e mais meia hora garfando para ele ficar lá no alto, risos





E mesmo que você já tenha dito uma ou algumas dessas frases, não se preocupe porque nunca é tarde para mudar e se tornar uma pessoa melhorada! Existem preconceitos que estão tão naturalizados na nossa sociedade que raramente percebemos que estamos sendo preconceituosos!

Você também pode gostar disso

4 comentários

  1. Muito bom ! Eu estou em transição capilar há 1 ano. Passei quase 15 anos usando todos os tipos de quimicas, sofri cortes quimicos, feridas na cabeça que depois viravam caspas, além de uma alergia ( renite sinusite, coisa que nunca tive) tudo por causa dessa fissura em não aceitar meu cabelo, pois mau ele crescia ja ia correndo alisar. Meu cabelo nem é liso nem cacheado, é um ondulado e seco, além de cheio, o que era negativo para mim e todos a a minha volta. Trabalhei numa marca conceituada de cosmético e falaram que eu ficaria mais bonita se levantasse a pálpebra do meu olho kkkk,E da outra vez disseram que eu ficaria mais bonita se eu afinasse o meu nariz kkkk( tenho traços de índio com negro, mais não curto esses termos mais, pq a raça para mim é uma raça só, a raça humana) Muitas vezes o preconceito passa-se velado, com tom de brincadeira e outras coisas a mais. Acordei pra essas questões ano passado, e lendo seu blogs e de outros cujo debate sempre é em prol da mulher, consigo extrair muita informação, me impondo diante das questões de abuso do nosso dia a dia... Continue postando pois adoro lê-los.

    ResponderExcluir
  2. Oi Prenda,
    Eu fico muito feliz que você se sinta a vontade nesse nosso espaço! A casa é nossa e tudo aqui é pra nós, negros!
    Bom, eu alisei o cabelo por 12 anos. Exatamente pra não ter que ouvir nenhuma dessas merdas diariamente e pra me enquadrar nessa sociedade racista eu sofri muito. Perdi as contas de quantas vezes lesionei o couro cabeludo, foram inúmeras vezes mesmo. Mas graças a Deusa eu hoje consigo ter clareza de tudo que acontece na sociedade e como me defender disso!
    Obrigada pelo carinho, estaremos juntas nessa!

    ResponderExcluir
  3. C-A-N-S-A-D-A!!!!

    Eu SIMPLESMENTE amei seu blog! Sério. Você é fantástica.
    Precisamos de mais blogueiras negras e conscientes!!

    o/

    www.deboraninja.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Débora, muito obrigada mesmo!
      Estamos aí, na luta para empoderar as mulheres e fico feliz que tenha gostado do meu trabalho! :)
      Abraços

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, dica ou feedback!

FACEBOOK

RECEBA AS NOVIDADES POR E-MAIL